Breve Histórico

repousoO Serviço de Reprodução Humana do Hospital São Paulo foi fundado em 1993. Nessa época, os casais em busca de resolução de problemas de fertilidade eram consultados em separado: o homem atendido pelo urologista, e a mulher pelo ginecologista. Esse tipo de atendimento vinha se mostrando pouco produtivo, e menos ainda resolutivo. Por um lado, a mulher era exaustivamente investigada em busca do diagnóstico, carregando ainda a enorme responsabilidade pela ausência de filhos. Por outro, o homem era pouco ou nada investigado.

A proposta do Serviço, inovadora na época, foi a de capacitar médicos para o atendimento do casal como uma unidade. Esta ideia se desenvolveu inicialmente em ambiente universitário: independentemente do fator ser masculino ou feminino, os profissionais atendiam ao casal com essa visão integrada, e logo os efeitos positivos começaram a surgir. Com esse espírito, nasceu o Serviço de Reprodução Humana do Hospital São Paulo, que permanece até hoje rendendo bons frutos, e tendo sua estrutura reproduzida por profissionais de outros centros de reprodução humana, muitos formados no nosso Serviço. A associação da pesquisa e ensino médicos, realizada na UNIFESP,  pelos médicos que atuam no Serviço, permite atualização constante e uso dos mais adequados recursos para o diagnóstico e tratamento.

Dessa forma, quando recebemos um casal com dificuldade para ter filhos, temos sempre em mente que a infertilidade é do casal, e não do homem ou da mulher isoladamente. Cada casal é único,com suas necessidades e anseios, e o preparo técnico e humano no atendimento são nossos valores.

O Serviço de Reprodução Humana do Hospital São Paulo oferece todos os tratamentos disponíveis para os casais, homo ou heteroafetivos, que procuram realizar o sonho de vir a ter filhos.