Tratamento para homens
com lesão medular

colunaquebradaNos grandes centros urbanos tem se tornado, infelizmente, muito frequentes tanto os acidentes de trânsito quanto os ferimentos com armas de fogo. Essas tragédias tem envolvido indivíduos jovens, em idade reprodutiva. Quando há lesão na coluna vertebral, esses jovens acabam por ficar paraplégicos ou tetraplégicos.

Devido à lesão neurológica, a grande maioria não tem ejaculação (anejaculação). A posição de cadeiraderodasestar sentado por tempo prolongado leva a repetidas infecções do trato urinário, aquecimento testicular, além das consequências da própria lesão medular, resultando nos efeitos deletérios na quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

Existem tratamentos para que estes homens possam ser pais. São divididos em 2 tipos:

1…Vibroestimulação: consiste no estímulo da região do freio do pênis, próximo à extremidade da uretra, com um vibrador, por alguns minutos, o que pode desencadear a ejaculação. Os pacientes com lesões altas (acima da décima vértebra da região toráxica) são os que mais se beneficiam desse procedimento. Pela sua simplicidade e comodidade, é o procedimento inicial para obtenção dos espermatozoides.  A taxa de sucesso é da ordem de 70%.

2..Eletroejaculação: no insucesso da vibroestimulação, e principalmente nas lesões mais baixas (abaixo da décima vértebra toráxica), está indicada a eletroejaculação. Essa consiste na introdução de uma sonda retal, sob anestesia. Por meio dela, são feitas estimulações elétricas na próstata, levando à ejaculação na quase totalidade dos casos.

IMG-20210921-WA0039Tanto na vibroestimulação quanto na eletroejaculação, o homem pode apresentar ejaculação retrógrada (o ejaculado vai para a bexiga). Para isso, a bexiga é esvaziada previamente, e preenchida com líquido de cultura para espermatozoides; além disso, o paciente, previamente, usa medicação (bicarbonato de sódio) para alcalinizar a urina. O procedimento a ser utilizado depende quantidade e qualidade dos espermatozoides, e também do estudo do potencial feminino: podem ser aproveitados para inseminação intrauterina ou fertilização in vitro.